Na tarde desta sexta-feira (25), a Chapecoense confirmou o afastamento de Bruno Silva por tempo indeterminado.

A punição se deu pela confusão causada pelo atacante na derrota para o Internacional por 2 a 1, na noite de quinta-feira (24), na Arena Condá, pelo Brasileirão.

Nos acréscimos do segundo tempo, Bruno Silva deu uma rasteira em Peglow e depois acertou um soco no rosto de Caio Vidal.

Logo depois, ele foi atingido pelo goleiro Danilo Fernandes. Com exceção de Peglow, os outros três foram expulsos.

Bruno pediu desculpas aos atletas do Inter e aos torcedores da Chape, além de prometer a "corrigir a postura".

Veja o vídeo da confusão: