Rafael Rocha, de 21 anos, foi preso nesta quinta-feira (2) pela Polícia Civil de São Paulo após ameaçar Willian e a família do jogador do Corinthians nas redes sociais. O torcedor foi liberado após prestar depoimento e responderá pelo crime de ameaça.

“É um jovem, trabalhador, o menino trabalha num hospital em São Paulo, não tem necessidade nenhuma de ter feito da forma que fez, está muito arrependido, os familiares estão aí com ele, se desculparam, queriam até falar com o Willian para se desculpar. Ele está arrependido mesmo”, disse o delegado Cesar Saad ao "Jornal Hoje", da TV Globo.

Em publicação nas redes sociais, Rafael Rocha confirmou a autoria das ameaças e pediu desculpas a Willian em seu perfil e por mensagem direta ao jogador no Instagram.

“Willian, peço mil perdões a você e a sua família por ter copiado palavras que não expressam quem eu sou e nem o que desejo a vocês. Passo atualmente por problemas e tratamento psicológico, e peço humildemente desculpas pelos problemas provocados. Peço que respeitem o trabalho de cada um e não façam o que eu fiz, pois torcer não é isso”, escreveu.

Essa é a segunda vez que o meia-atacante passa pelo mesmo problema. Em abril, ele também recebeu ameaças pela internet, assim como o goleiro Cássio e o volante Paulinho.

Mensagem recebida por Willian | Foto: Reprodução