Foto John Leo/Figueirense
Foto John Leo/Figueirense

Após a Prefeitura de Florianópolis proibir a volta dos treinos presenciais na cidade, o presidente do Avaí, Francisco Battistotti, cogita levar o elenco para Palhoça e afirmou que o Figueirense colocou a estrutura do seu centro de treinamento à disposição do clube.

Porém, em entrevista à Rádio Figueira nesta sexta-feira (15), o mandatário do alvinegro, Norton Flores Boppré descartou a possibilidade de dividir o espaço com o arquirrival por conta da pandemia do Covid-19 e das recomendações das autoridades de saúde.

"É muito respeitosa e harmoniosa (a relação), visa se unir nessas dificuldades que todos os clubes do mundo estão passando pela pandemia. Estamos unidos na defesa dos interesses do futebol da capital e de Santa Catarina. Mas quanto ao CFT do Cambirela, isso não aconteceu e nem poderia", afirmou Boppré.

Sem poder utilizar seu CT que fica anexo à Ressacada, o Avaí agora tem como principal alternativa as dependências do Guarani de Palhoça, que está na Série B do Estadual.

 

Quer mais notícias do Coronavírus COVID-19 no seu celular?

Mais notícias você encontra na área especial sobre o tema:

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul