Em jogo do último sábado (14) pelo Campeonato Brasileiro, o volante Edenilson, do Internacional, acusou o lateral Rafael Ramos, do Corinthians, de cometer injúria racial.

Nesta segunda-feira (16), a Rádio Gaúcha contratou um perito em leitura labial para analisar as imagens. O profissional confirmou que o português chamou o jogador do Colorado de macaco.

“Eles estão de frente para a câmera e é possível ler o posicionamento dos lábios do Ramos. Podemos identificar de forma tênue a frase que todo mundo está dizendo, que é a palavra “macaco”. E vem na sequência um palavrão que não fica muito claro na definição dos lábios dele. Temos que tomar esse cuidado, mas me parece que é ‘do caral**’. A frase completa seria macaco do caralh**”, disse Roberto Meza Niella.

“Cada som da nossa fala tem características articulatórias e fonológicas muito particulares, o que permitem, dependendo da qualidade da imagem, identificar o que a pessoa diz naquele determinado momento. Tivemos acesso a todos eles e fizemos uma análise passo a passo, quadro por quadro, daqueles vídeos para poder determinar o que foi dito pelo jogador do Corinthians”, completou.

A análise oficial do caso está sendo feita pelo Instituto Geral de Perícias (IGP) e ainda não foi finalizada.