Foto: Gonzalo Fuentes/Reuters
Foto: Gonzalo Fuentes/Reuters

A estreia de Neymar na temporada 2020/2021 do Campeonato Francês não foi do jeito que o brasileiro esperava. Além do PSG perder o clássico para o Olympique de Marselha por 1 a 0, o atacante se envolveu em uma grande confusão.

Ainda no primeiro tempo, o craque foi até o quarto árbitro e acusou o zagueiro espanhol Álvaro González de racismo.

Já no fim da partida, Neymar voltou a chamar o rival de racista e após confusão depois de uma falta, o camisa 10 deu um tapa na cabeça do rival e foi expulso.

Na saída de campo, o brasileiro mostrou indignação e falou às câmeras que o espanhol foi racista, além de fazer uma declaração forte nas redes sociais.

"Único arrependimento que tenho é por não ter dado na cara desse babaca", escreveu.

“VAR pegar a minha “agressão” é mole... agora eu quero ver pegar a imagem do racista me chamando de “MONO HIJO DE PUTA” (macaco filha da puta)... isso eu quero ver! E aí? CARRETILHA vc me pune.. CASCUDO sou expulso... e eles? E aí ?”, completou.

Jogadores discutindo durante a partida | Foto: Gonzalo Fuentes/Reuters

O zagueiro Álvaro Gonzáles também utilizou as redes sociais e se defendeu postando uma foto ao lado dos colegas negros do Olympique de Marselha com uma curta mensagem.

“Não há lugar para racismo. Carreira limpa e com muitos colegas e amigos no dia a dia. Às vezes você tem que aprender a perder e assumir isso em campo. Incríveis 3 pontos hoje”, disse.

Logo depois, Neymar respondeu o post do espanhol. “Você não é homem de assumir teu erro, perder faz parte do esporte. Agora insultar e trazer o racismo pra nossas vidas não, eu não estou de acordo. Eu não te respeito! Você não tem caráter! Assume o que tu fala mermão ... seja HOMEM RAPÁ ! RACISTA”, comentou.

A Ligue 1, que organiza o Campeonato Francês, ainda não se manifestou.

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul