A Justiça do Rio de Janeiro acatou um pedido de liminar da Globo em segunda instância e determinou, nesta quarta-feira (12), que a Turner não pode se beneficiar pela Medida Provisória 984, assinada pelo presidente Jair Bolsonaro, que dá ao time mandante o poder sobre a exibição de seus jogos.

Na última segunda-feira (10), o grupo norte-americano havia vencido a batalha em primeira instância e programou a transmissão de duas partidas para o próximo sábado (15): Palmeiras (time que tem acordo com a Turner) x Goiás (equipe com contrato com o SporTV) e Coritiba (Turner) x Flamengo (SporTV).

Com a nova decisão, a TNT fica impedida de mostrar os jogos dos times que estão fechados com o Grupo Globo, sob pena de multa de R$ 1,5 milhão.

A dona da TNT entendia que poderia exibir partidas em que os oito clubes (Athletico-PR, Bahia, Ceará, Coritiba, Fortaleza, Internacional, Palmeiras e Santos) com os quais assinou fossem os mandantes.

A Globo, no entanto, acredita que os contratos firmados antes da MP, quando só era autorizada a transmissão com os direitos de ambas as equipes envolvidas na partida, devem ser respeitados.

É o mesmo entendimento do desembargador Maldonado Carvalho, que concedeu a liminar para a Globo.

*Informações de Notícias da TV

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul