O juiz Alexandre Tsuyoshi Ito, do Tribunal de Justiça do Mato Grosso do Sul (TJMS), determinou a prisão do ex-goleiro Bruno Fernandes por dívida de pensão ao filho que teve com Eliza Samudio.

Ele ainda terá que pagar cerca de R$ 60 mil referentes a dois salários mínimos por mês, desde janeiro de 2020.

O ex-jogador também responde por uma dívida de R$ 3 milhões em pensão para Bruninho, desde o seu nascimento.

Bruno foi condenado a mais de 20 anos de prisão pela morte da ex-namorada, Eliza Samudio, em 2008, e cumpre prisão em regime aberto.