Preso em flagrante na última segunda-feira (4) após agredir o árbitro Rodrigo Crivellaro, o jogador William Ribeiro deixou a Penitenciária Estadual de Venâncio Aires ao receber liberdade provisória.

Com antecedentes criminais e histórico violento, o agora ex-atleta do São Paulo-RS desferiu um soco no rosto e acertou um chute na cabeça do juiz, já caído no chão, durante o segundo tempo da partida entre São Paulo e Guarani, pela segunda divisão do Campeonato Gaúcho.

Crivellaro ficou desacordado após a agressão e precisou ser levado às pressas para um hospital, mas já recebeu alta e passa bem.

Preso no estádio, William Ribeiro deve responder em liberdade, mas o Ministério Público (MP) pretende recorrer da decisão nos próximos dias.

A Polícia Civil investiga o caso e tem prazo de 10 dias para concluir o inquérito e sugerir ou não o indiciamento do MP.

O processo deve correr nas próximas semanas, mas o julgamento pode acontecer apenas no ano que vem.

Veja o momento da agressão: