Em nova regra anunciada pela International Board, o jogador de futebol que tossir de forma deliberada na direção de outro atleta ou do árbitro em uma partida pode levar cartão amarelo e até vermelho.

A novidade tem como justificativa a pandemia do novo coronavírus e pretende diminuir os riscos de contaminação dentro de campo.

"Assim como em todas as violações das regras (do futebol), o árbitro deverá julgar qual a natureza real da infração. Se (o ato de tossir) é claramente acidental, o árbitro não poderá agir, assim como se a tosse acontecer a uma distância segura de qualquer outro jogador. Mas se acontecer quando o jogador estiver perto o suficiente para ser claramente ofensivo, o árbitro poderá agir", destacou a entidade.

A Inglaterra foi será a primeira a adotar a nova regra, mas em jogos apenas das categorias de base no primeiro momento.

O documento oficial explicou que os árbitros não devem punir a tosse "rotineira" e devem lembrar os jogadores para evitar cuspir no chão, embora esse ato não seja considerado de má conduta.

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul