Até o dia 26 de agosto, entre 12h e 20h, no 3º piso do Shopping Mueller Joinville, a comunidade poderá conhecer melhor e adquirir produtos do projeto social “Favela Show”, projeto desenvolvido pelo jogador de basquete Raphael Figueiredo, numa parceria com a designer de moda Claire Juliani.

Com a venda inicialmente de camisetas e bonés, o projeto pretende amenizar os problemas sociais de comunidades carentes e periféricas, da maior cidade catarinense; 20% do que for arrecadado, será convertido em produtos e insumos para a Associação de Moradores do Bairro Itinga (AMORABI).

 

 

Favela Show é uma marca de vestuário criada pelo do jogador de basquete Raphael Figueiredo, e tem como principal missão, inspirar pessoas a serem melhores, o que a marca faz, é ressignificar vidas e valores.

Através da influência do esporte e da cultura, Raphael acredita, que pode criar melhores perspectivas principalmente às crianças e jovens da periferia.

Foto: Divulgação

O que o projeto faz, segundo Raphael, é ressignificar vidas e valores, através da influência do esporte e da cultura. "Acreditamos que podemos criar melhores perspectivas, principalmente para crianças e jovens", comenta.

"O projeto só está iniciando, pretendo levar o esporte e a cultura em todas as comunidades periféricas de Joinville, fazendo eventos culturais nestes locais, construindo quadras de basquete, enfim, temos muito trabalho pela frente", afirma o jogador.

Raphael Figueiredo

Raphael Gomes Figueiredo, tem 27 anos, é jogador de basquete profissional em Joinville. Natural de Franca (SP).

Começou no esporte por influência do seu irmão mais velho. Sua família sempre o levava nos jogos do time dele e a partir disso criou um grande amor pelo jogo.

Foto: Divulgação

Aos 11 anos, já fazia parte do seu primeiro time de competição (ASPA, Associaçāo dos Pais e Amigos do basquete de Franca). Foi muito Feliz, sendo Tri campeão paulista nos anos seguintes sub12, 13, 14.

Em 2008, o cortaram do time. Graças ao esforço e apoio incondicional de sua mãe, conseguiu arrumar uma vaga no time da Praia Clube-Uberlândia e assim saiu de casa aos 14 anos para seguir em busca do seu sonho.

Foto: Divulgação

Desde então já morou em Criciúma, Joinville, Uberlândia, Anapólis, Goiania, Angra Dos Reis, Belo Horizonte, e Sorocaba. Essa é sua terceira passagem por Joinville.

Em Joinville fez parte do Blackstar, uma equipe nova no cenário nacional. Porém, fundada há mais de 10 anos pelo presidente Rodrigo Lima e seus amigos. Tendo disputado o campeonato catarinense.

 

Com informações da assessoria de imprensa

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul