Guaramirense renova com Vôlei Blumenau e busca espaço no time adulto

Antony José Burger está na equipe catarinense desde janeiro | Foto: Arquivo pessoal

Por: Lucas Pavin

15/06/2022 - 16:06 - Atualizada em: 15/06/2022 - 16:46

A Apan Vôlei Blumenau teve mais uma trajetória consistente na temporada 2021/2022 ao chegar nas quartas de final e quase disputar uma inédita semifinal de Superliga Masculina, ficando em quinto lugar geral.

Para próxima jornada, a principal equipe do voleibol catarinense na atualidade promete vir ainda mais forte e terá um guaramirense buscando seu espaço. Aos 17 anos, Antony José Burger renovou seu contrato com o clube e fará parte do elenco adulto durante toda temporada.

O levantador chegou ao clube em janeiro e treinou com o time principal por quatro meses, mas conciliando com as categorias de base. Isso será mantido em 2022/2023.

Inclusive, o jovem já vem se preparando com as categorias menores para jogar campeonatos do Sub-19, antes de se apresentar ao Adulto no início de julho.

“Estou feliz demais em ficar por aqui (Blumenau) mais uma temporada e que ela seja repleta de vitórias e conquistas. O desafio é ganhar tudo na base e conseguir meu espaço no adulto”, disse.

Antony começou a treinar aos 6 anos de idade por influência do pai Altair José Burger, conhecido como Nego, professor da modalidade em Guaramirim por muitos anos.

Antony no primeiro campeonato por Guaramirim | Foto: Arquivo pessoal

“Meu pai foi e sempre será a pessoa mais importante na minha carreira. Além de ser o primeiro professor que tive, é um pai muito parceiro e sempre que pode me ajuda”, destacou.

Após sete anos de formação na cidade natal, ele acertou com o Brusque, onde jogou por dois anos e conquistou a Olesc. Já em 2020, passou a defender Jaraguá do Sul e ajudou no título dos Joguinhos Abertos do ano passado até que chamou a atenção do Blumenau.

Levantador com o troféu dos Joguinhos por Jaraguá | Foto: Arquivo pessoal

Fã de Bruninho, William e do norte-americano Christenson, ícones do voleibol mundial, o guaramirense começa a trilhar um caminho de sucesso no voleibol, o que dá ainda mais confiança para alcançar seus maiores objetivos em quadra.

“Meu maior sonho é vestir a amarelinha. Ser convocado para a seleção é um sonho que tenho desde pequeno, além de jogar na Europa”, finalizou.