Foto: REUTERS/Ricardo Moraes
Foto: REUTERS/Ricardo Moraes

Resumo da notícia:

  • Pandemia do novo coronavírus deve afetar realização do GP do Brasil de Fórmula 1
  • Grande prêmio dos Estados Unidos também pode ser cancelado
  • Ao todo, 12 provas já foram afetadas pela pandemia

Em entrevista ao site inglês da BBC, o chefe da Mercedes, Toto Wolff, afirmou que os Grandes Prêmios de Fórmula 1 do Brasil e dos Estados Unidos não devem acontecer nesta temporada por conta da pandemia do novo coronavírus.

Realizada no Autódromo de Interlagos, em São Paulo, o GP do Brasil é realizado no mês de novembro.

“Com base nas minhas conversas com Chase Carey (presidente e diretor-executivo da F1), ele não quer fechar nenhuma porta, mas não parece que iremos para lá. Eles são muito diligentes e não iriam lá se fosse um risco para nosso pessoal”, disse Wolff.

Ao todo, 12 provas do circuito já foram afetadas pela pandemia, sendo que sete delas (Austrália, Mônaco, França, Holanda, Azerbaijão, Singapura e Japão) foram canceladas. Já outras cinco provas acabaram adiadas (Bahrein, Vietnã, China, Espanha e Canadá).

Mesmo com tantas mudanças, a temporada 2020 será iniciada neste domingo (5), no circuito de Spielberg (Áustria).

 

Quer mais notícias do Coronavírus COVID-19 no seu celular?

Mais notícias você encontra na área especial sobre o tema:

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul