Titular na maior parte da primeira fase do Campeonato Catarinense, o goleiro Assis não faz mais parte do elenco do Juventus.

Com o fim do contrato no dia 29 de abril, a diretoria vinha negociando a renovação com o representante do jogador, mas não entraram em acordo e ele deixou o clube.

Com experiência de 12 anos no futebol português, Assis foi contratado poucos dias antes do início do Estadual, no mês de janeiro.

Depois de ficar apenas treinando por mais de 10 dias, o goleiro de 30 anos teve sua documentação liberada e estreou com a camisa tricolor no dia 3 de fevereiro, na derrota para o Tubarão por 2 a 1, fora de casa, pela quarta rodada.

A partir daí, não saiu mais do time. Ao todo, foram seis partidas, com uma vitória, um empate e quatro derrotas, sendo vazado oito vezes.

Foto: Lucas Pavin/Avante! Esportes

Em meio a negociação, Assis sequer se reapresentou aos treinos presenciais e agora é o sexto atleta a se desligar do Moleque Travesso durante a pandemia.

Antes, não renovaram o lateral Anderson Pico, o meia Marcos Vinícius, e os atacantes Juliano Levak, Túlio Renan e Lucas Gadelha.

Segundo o gestor Renê Marques, o clube está tentando repor a saída de Assis, mas ressaltou que a dificuldade é grande pelo curto período restante da competição.

Em caso de insucesso no mercado, os goleiros Hudson Jr. e Silva disputarão a titularidade na fase decisiva do Estadual.

 

Quer mais notícias do Coronavírus COVID-19 no seu celular?

Mais notícias você encontra na área especial sobre o tema:

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul