Com passagem pelo Vasco em 2019 e 2020, o volante Fredy Guarín foi preso pela polícia de Medellín por violência doméstica.

Segundo o jornal colombiano "El País", o jogador foi conduzido pelos policiais em estado de embriaguez, após a denúncia feita pelos familiares do jogador, que o acusam de ter agredido o próprio pai, entre outros parentes.

Guarín, que já defendeu grandes clubes da Europa como a Inter de Milão está no Millonarios, que ainda não se pronunciou sobre o caso.

Ele já vinha recebendo críticas da torcida e da imprensa colombiana pelo aparente excesso de peso neste início no novo clube.