A torcida do Jaraguá Fakini Futsal se acostumou ao longo de sua história ver o time disputar as fases decisivas da Liga Nacional. São quatro títulos no currículo, seis finais e 11 semifinais, sendo a última em 2019.

Mas nos últimos dois anos, esse mesmo torcedor se lamenta por quedas precoces na primeira fase. Assim como em 2020, o Aurinegro amarga nesta segunda-feira (11) mais uma eliminação na etapa classificatória.

Em jogo de “vida ou morte”, o time jaraguaense chegou ao ginásio Wlamir Marques, em São Paulo, precisando vencer o Corinthians para avançar ao mata-mata.

Atuação e volume para isso não faltaram. A equipe de Fernando Malafaia fez um dos seus melhores jogos no torneio e criou um grande número de chances. Porém, a maior eficiência foi do Timão, que venceu por 5 a 3 e garantiu sua vaga.

No primeiro tempo, Deives abriu o placar para os donos da casa, Di Maria empatou e Tatinho colocou o Alvinegro novamente em vantagem.

A esperança da classificação do Jaraguá reacendeu na etapa final, quando Jhony e Di Maria, de novo, viraram o placar.

No entanto, Deives deixou tudo igual e o Corinthians ainda aproveitou erros do Aurinegro quando utilizava o goleiro-linha no último minuto para definir a vitória com o terceiro de Deives e um de João Victor.

Mais uma doída eliminação em primeira fase de LNF para o clube jaraguaense, que não passa pela partida em São Paulo, mas sim pela irregularidade apresentada durante todo campeonato.

Como ficou a tabela

Com a derrota, o Jaraguá se despede da Liga ao ficar em sexto lugar do Grupo A, com 12 pontos.

Já o Corinthians se classifica na quinta colocação, com 15 pontos, e terá como primeiro adversário no mata-mata o Foz Cataratas, que foi o líder do Grupo C.

E agora?

A saída na Liga Nacional faz o Aurinegro focar todas as suas atenções no Campeonato Catarinense.

Neste domingo (17), o time volta a quadra para seu segundo jogo na segunda fase, contra o Curitibanos, às 19h, no ginásio Onofre Agostini, em Curitibanos.

Primeiro tempo

A situação do Jaraguá que, já era difícil, piorou logo no primeiro minuto do jogo. Tatinho arriscou de longe, a bola desviou em Leco e Torres tentou cortar, mas deixou no pé de Deives que só teve o trabalho de empurrar para o gol vazio.

Apesar do baque, o Aurinegro foi muito superior no restante da etapa inicial e acumulou chances contra à meta adversária.

O goleiro do Corinthians, Jholl, precisou fazer pelo menos três grandes defesas e ainda contou com a falta de pontaria de alguns jogadores da equipe jaraguaense.

Lance do jogo | Foto: Augusto Godoy/Agência Corinthians

De tanto insistir, o empate saiu, aos 15 minutos. Di Maria dominou pela ala esquerda, puxou para o meio e batu de direita. A bola passou no meio das pernas de dois corintianos e entrou no cantinho.

Mas três minutos depois, veio um balde de água fria. Em cobrança de falta, Tatinho soltou uma bomba no ângulo, sem chances para João Neto, deixando o Timão novamente em vantagem.

Além da desvantagem, o Jaraguá foi para o intervalo reclamando muito da arbitragem, que deixou de dar a sexta falta coletiva do time da casa e um pênalti em Dill.

Segundo tempo

Precisando da virada, Aurinegro começou o segundo tempo na pressão e Jholl fez duas intervenções no primeiro minuto em tentativas de Jhony e Dill.

Mas não demorou muito para superioridade surtir efeito. Aos 3 minutos, em ótima triangulação no ataque, Leco tabelou com Dill e serviu Jhony dentro da área, que bateu de primeira para deixar tudo igual novamente.

E aos 6, veio a virada. Em rápido contra-ataque, Tiago Selbach deu uma meia-lua em Guilhermão e bateu cruzado. João Victor tentou afastar, mas deixou na boa para Di Maria, que colocou o bico na bola para fazer o segundo dele.

Atrás do marcador pela primeira vez, o Corinthians avançou as linhas e conseguiu o empate na bola parada.

Em falta ensaiada, Eder Lima tocou para Deives, que bateu por baixo de João Neto. Não perca a conta: 3 a 3.

Novamente precisando de um gol, o Jaraguá voltou a controlar as ações ofensivas na reta final da partida e colocou Felipe como goleiro-linha, restando pouco menos de três minutos.

A pressão foi grande, mas quem marcou foram os donos da casa. E duas vezes. Aproveitando sobras, Deives anotou seu hat-trick e João Victor fechou a conta.

Classificação final do Grupo A

Artilharia

6 gols – Leco
3 gols – Dill
3 gols – Jhoy
2 gols – Torres
2 gols – Jhony
2 gols – Di Maria
2 gols – Pesk
1 gol – Eka
1 gol – Nenê
1 gol – Pett
1 gol – Felipe

Tabela

fase

24/04/21 – Joaçaba 3×2 Jaraguá Futsal (saiba mais)
18h, no Centro de Eventos da Unoesc, em Joaçaba (SC)
Gols: Torres e Pett

21/05/21 – São José 2×1 Jaraguá Futsal (saiba mais)
19h15, no Ginásio Tênis Clube, em São José dos Campos (SP)
Gol: Leco

27/05/21 – Jaraguá Futsal 2×2 Magnus (saiba mais)
19h, na Arena Jaraguá, em Jaraguá do Sul (SC)
Gols: Torres e Dill

10/06/21 – Umuarama 2×2 Jaraguá Futsal (saiba mais)
17h, no Ginásio Amario Vieira da Costa, em Umuarama (PR)
Gols: Dill e Leco

20/06/21 – Jaraguá Futsal 4×1 Umuarama (saiba mais)
11h, na Arena Jaraguá, em Jaraguá do Sul (SC)
Gols: Felipe, Jhony, Dill e Pesk

01/07/21 – Jaraguá Futsal 1×1 Santo André Intelli (saiba mais)
21h, na Arena Jaraguá, em Jaraguá do Sul (SC)
Gol: Leco

12/07/21 – Magnus 8×1 Jaraguá Futsal (saiba mais)
18h15, na Arena Sorocaba, em Sorocaba (SP)
Gol: Leco

14/07/21 – Santo André Intelli 2×1 Jaraguá Futsal (saiba mais)
20h, no Ginásio Adib Moisés Dib, em São Bernardo do Campo (SP)
Gol: Mancini (contra)

24/07/21 – Jaraguá Futsal 3×1 São José (saiba mais)
14h, na Arena Jaraguá, em Jaraguá do Sul (SC)
Gols: Leco (2x) e Pesk

31/07/21 – Jaraguá Futsal 3×0 Corinthians (saiba mais)
14h, na Arena Jaraguá, em Jaraguá do Sul (SC)
Gols: Jhoy (3x)

04/08/21 – Jaraguá Futsal 3×5 Joaçaba (saiba mais)
19h, na Arena Jaraguá, em Jaraguá do Sul (SC)
Gols: Eka, Nenê e Jackson (contra)

11/10/21 – Corinthians 5×3 Jaraguá Futsal
18h, no Ginásio Wladir Marques, em São Paulo (SP)
Gols: Di Maria (2x), Jhony