Conquistar a cobiçada taça da Copa do Mundo é o maior objetivo das 32 seleções que estão na disputa no Catar. Mas a edição 2022 também será marcada por ter a maior premiação de um Mundial na história.

A Fifa vai desembolsar mais de R$ 2 bilhões em premiações, 10% a mais do que na Copa da Rússia de 2018.

O campeão, por exemplo, levará uma bolada de US$ 42 milhões, cerca de R$ 225 milhões, enquanto o vice ficará com US$ 30 milhões (R$ 161 milhões).

Veja as premiações

  • Campeão: US$ 42 milhões (R$ 225 mi)
  • Vice: US$ 30 milhões (R$ 160 mi)
  • 3º: US$ 27 milhões (R$ 144 mi)
  • 4º: US$ 25 milhões (R$ 133 mi)
  • Quartas: US$ 17 milhões (R$ 90 mi)
  • Oitavas: US$ 13 milhões (R$ 70 mi)
  • Fase de grupos: US$ 9 milhões (R$ 48 mi)