A CBF promoveu, nesta terça-feira (26), um encontro com representantes dos 40 times das Séries A e B do Campeonato Brasileiro, com o objetivo de melhorar a arbitragem no país, alvo de duras críticas na temporada.

“Eu, como presidente da comissão de arbitragem, assumo isso e lembro aos árbitros em toda a reunião que estamos no momento de divisão de águas, para prestar o melhor serviço a vocês”, disse Wilson Seneme, presidente da Comissão de Arbitragem.

As principais medidas estão relacionadas ao VAR. Entre elas, haverá uma intertemporada presencial em agosto com 95 árbitros, que passarão por treinamento.

Além disso, a entidade prometeu reduzir para 24 horas – no caso da Série A – o prazo para publicação dos vídeos com os principais lances de cada jogo. Para a Série B, o prazo será de 48 horas.

Outra garantia foi que as linhas de impedimento seguirão sendo traçadas ao vivo nas transmissões de TV, com o público acompanhando a montagem ao vivo.

“Ocorreram erros absurdos, sim. Muitos ocorrem. Inclusive, são inaceitáveis para vocês, para nós e para o futebol. Na Conmebol, esse período serviu como um divisor de águas. Essa reunião nossa aqui eu espero e tenho como objetivo que seja um divisor de águas também para a arbitragem brasileira. Os equívocos que ocorreram no primeiro turno, uns são de interpretação, que, com os árbitros afastados ou não, podem ocorrer. Outros são inaceitáveis e têm que servir como divisor de águas”, afirmou Seneme.

Veja todas as medidas:

- Pela primeira vez, será feita uma intertemporada presencial com 95 árbitros de todo o Brasil, entre 1º e 5 de agosto, no Rio de Janeiro

- Foram fornecidos 840 perfis em plataforma de vídeo e estatísticas para os árbitros assistirem aos lances dos jogos em que atuaram, analisando acertos, revisando erros e recebendo online, com mais agilidade, a avaliação dos instrutores

- Criação do quadro de árbitros VAR-CBF, com 128 árbitros homologados

- Sessões de treinamentos práticos presenciais mensais (a partir de agosto). Grupos serão levados ao Centro de Arbitragem da CBF para aperfeiçoamento constante

- Realização da pré-temporada anual para a arbitragem da CBF

- Fim da "geladeira" e continuidade do Pada (Programa de Assistência ao Desempenho da Arbitragem), com "assistência multidisciplinar integrada"

- Publicação de áudio e vídeo das principais checagens e revisões em até 24 horas após a partida na Série A e 48 horas na Série B

- Continuidade da disponibilização da linha virtual de impedimento ao vivo para as transmissões da TV

- Simuladores VAR para treinamento online à distância e presencial semanal