Após a Conmebol rejeitar recurso apresentado pelo Atlético-MG, que queria invalidar o gol de Dudu por uma invasão de Deyverson na semifinal da Libertadores, contra o Palmeiras, o clube mineiro desistiu de dar sequência ao protesto.

O Galo poderia apelar da decisão da entidade, mas já confirmou a desistência. No pedido à Conmebol, o Atlético fez dois pedidos:

  • Anular o gol de Dudu e determinar o resultado final da partida em 1 a 0 para o Atlético, classificando o clube para a final da Libertadores contra o Flamengo
  • Ou, que o confronto do jogo de volta entre as equipes seja repetido

Para tentar reverter a decisão de primeira instância, o clube teria que efetuar o pagamento de custas de 3 mil dólares (cerca de R$ 16,5 mil).

Mas o presidente Sérgio Coelho decidiu não dar prosseguimento ao caso e falou que as chances de sucesso eram mínimas, mas que o clube agiu para defender seus direitos e interesses.

O Palmeiras vai fazer a final da Libertadores contra o Flamengo, no dia 27 de novembro, em Montevidéu, no Uruguai.