Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) promove inclusão no ensino de Jaraguá do Sul

Foto: divulgação IFSC

Por: Elissandro Sutil

27/06/2015 - 11:06 - Atualizada em: 27/06/2024 - 14:05

A inclusão como meio de promover o acesso à educação pública de qualidade tem um papel fundamental no Brasil. É por meio dela que pessoas menos assistidas chegam a qualificação profissional, ao ensino médio e técnico, além de cursos de nível superior, entre outros títulos. Um bom exemplo disso, são as práticas notoriamente inclusivas do Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC), unidade centro, em Jaraguá do Sul.

O instituto tem uma história rica no estado catarinense, fundado em 1909, na cidade de Florianópolis, ele iniciou quando o presidente era Nilo Peçanha. Em Jaraguá, ele iniciou em 1994 no atual endereço do Campus Centro, em um prédio doado pelo Governo Estadual e com mobiliários doados pelas empresas da cidade. As primeiras atividades atenderam 100 alunos de dois cursos técnicos: Eletromecânica e Têxtil.

Atualmente, o IFSC oferece cursos técnicos integrados ao ensino médio em química e modelagem de vestuário, estas áreas de formação, são comuns aos que desejam se inserir ao mercado de trabalho ao concluir os estudos. Já para estudantes que optam pela educação continuada, o espaço dispõe de formação profissional, idiomas, curso superior em tecnologia, especialização, bacharel, pós-graduação e licenciatura.

Foto: divulgação IFSC

Entre os critérios para inserção dos estudantes ao campus, uma condição exigida é que o aluno esteja no 1º ano do Ensino Médio, ou seja, o estudante deverá ter concluído o ensino fundamental. Para os que se encontram nessas condições, por meio de ações inclusivas a unidade desenvolve em seus processos educativos ações que atendem aos grupos historicamente excluídos da educação, como negros, pardos, indígenas e pessoas com deficiência.

Excelência na educação

As ações que promovem a inclusão no IFSC acontecem por meios de um setor exclusivo, trata-se da Coordenadoria do Núcleo de Acessibilidade Educacional. No entanto, segundo o diretor-geral da unidade, José Roberto Machado, todos os servidores do Campus atuam em determinadas ações que visa a prática da inclusão, seja na oferta de vagas, ou nas práticas pedagógicas.

Para atender a este propósito da educação, a escola conta com professor de educação especial, professora de libras, psicóloga, assistente social, Tradutora e Intérprete de Linguagem de Sinais Brás, além de duas Psicopedagogas e uma Intérprete de Libras, em resumo, um espaço voltado a pluralidade da educação como meio de projetar o futuro da educação em Jaraguá.

Segundo a instituição, a seleção dos profissionais para a prestação do serviço educacional ocorre por meio de diferentes contratos, dentre eles destacam-se: concurso público, processos seletivos ou contratos com empresas terceirizadas, a depender do profissional a ser contratado. Para a direção, promover a ampliação de práticas pedagógicas que valorizem a diversidade e as diferenças na sala de aula é também a missão da Coordenadoria de Ações Inclusivas (CAI).

Em todos os seus campus, o IFSC oferece 50% das suas vagas em cursos técnicos e superiores para estudantes que cursaram todo o ensino fundamental ou médio em escolas públicas brasileiras, por meio do Sistema de Cotas para Escolas Públicas.

A instituição reserva ainda 50% (cinquenta por cento) das vagas aos estudantes de escolas públicas brasileiras com renda bruta familiar igual ou inferior (LB) a 1 (um) salário-mínimo nacional por pessoa.

Foto: divulgação IFSC

Incentivo a educação do futuro

Por ser uma instituição federal o IFSC não tem apoio da iniciativa privada, todo recurso vem do governo federal, no entanto, as parcerias com instituições públicas e privadas da região são essenciais para o desenvolvimento dos estudantes. É por meio das empresas parceiras que os alunos fazem estágios, desenvolvem pesquisas, projetos de extensão e se desenvolvem para o mercado de trabalho.

Com foco na educação profissional para atender as demandas que carecem de qualificação em diferentes segmentos os cursos do instituto desenvolvem vários projetos de ensino, pesquisa, extensão e inovação na área da Física, Química, Vestuário, Têxtil, Moda, Elétrica e Mecânica.

O IFSC destaque ainda que recentemente realizou uma parceria com a UNESCO-UNEVOC, um centro de formação comprometido em desenvolver e reforçar a educação e formação técnica e profissional. Nesta parceria foram ouvidos alguns stakeholders de Jaraguá e região, este termo, em tradução literal, refere-se a “grupos de interesse” pessoas que, direta ou indiretamente, atribuem algum valor ao sucesso de uma empresa ou companhia.

Assim, surgiram alguns projetos de inovação, tais como o Hotel de Projetos, que visa fomentar o empreendedorismo e a inovação no Campus, que irá beneficiar a comunidade acadêmica e as empresas da região.

Foto: divulgação IFSC

Notícias no celular

Whatsapp