Muitas mudanças acontecendo neste ano de 2017 aqui em Jaraguá, hein? Estabelecimentos abriram e outros fecharam, mas teve um acontecimento que ficou marcado: o incêndio no antigo Hotel Cruzeiro, em março. O estrago foi tanto, que abalou a estrutura da construção antiga.
O prédio é tombado como patrimônio histórico da cidade, por isso não pode ser demolido, e sim recuperado. Mas como começou a oferecer perigo aos jaraguaenses que passam por ali todos os dias, o setor de Conselho Municipal do Patrimônio Histórico, Cultural, Arqueológico, Artístico e Natural (Comphaanautorizou a demolição.
nível de tombamento foi rebaixado pelos conselheiros, possibilitando o desmonte da estrutura localizada na esquina da avenida Marechal Deodoro da Fonseca com a rua Expedicionário Cabo Harry Hadlich, no Centro de Jaraguá do Sul.
Mas a condição é que os proprietários reconstruam a fachada da frente e também a lateral do prédio. Ou seja, em breve, vai sair um prédio novinho, com o mesmo aspecto de quando foi construído. Bacana, né? Quem sabe o que poderia abrir no local futuramente?
Olha que lindeza era esse prédio lá pela década de 40 ou 50! Mais alguém viu uma "pessoinha" na janela?
Em entrevista ao jornal O Correio do Povo, o advogado da família proprietária do hotel, Tiago Markiewicz, explicou que não foi definido um prazo para reconstrução ou critérios para a utilização da parte interna. “Vai ser muito semelhante ao que aconteceu ao prédio da Max Whilhelm, que foi mantida a fachada e o resto do local foi aproveitado”, comenta. Por dentro da “casca” poderão ser construídas salas comerciais ou até mesmo um prédio, pontua o advogado.
Clique na imagem para abrir no Google Maps.
A demolição deve ser feita assim que a Prefeitura liberar o alvará, por questão de segurança dos pedestres, já que o prédio está comprometido.
...
Leia mais sobre a história desse "vovô" de mais de 77 anos: