“GTA brasileiro” leva ação para Balneário Camboriú com ‘prédio de Neymar’, roda-gigante e bondinho; saiba mais

Foto: 2nibble/Divulgação

Por: Isabelle Stringari Ribeiro

17/02/2024 - 09:02 - Atualizada em: 17/02/2024 - 09:18

Um jogo em desenvolvimento, que busca se tornar uma espécie de “GTA brasileiro”, escolheu Balneário Camboriú e sua vizinha Camboriú, no litoral de Santa Catarina, como cenário. Segundo Valdir Júnior, programador do jogo, “São Paulo e Rio de Janeiro já são representadas demais na mídia nacional e internacional”.

A franquia GTA é conhecida por oferecer grande liberdade ao jogador em uma cidade fictícia. O personagem pode se locomover livremente, dirigir diversos veículos, participar de corridas e outras atividades. As cidades da série são paródias de locais reais, como Nova York, Miami e Los Angeles.

O “GTA brasileiro” está sendo desenvolvido há um ano e meio pelo estúdio 2nibble. Valdir Júnior explicou a escolha de Balneário Camboriú como cenário, que no jogo será chamada de Canário. Os desenvolvedores pretendem incluir o máximo de pontos turísticos conhecidos no game.

“Nós acreditamos que outras cidades, como São Paulo e Rio de Janeiro, já são representadas demais na mídia nacional e internacional. Brasil é muito mais do que isto”, disse.

“Balneário Camboriú, juntamente com Camboriú, são cidades muito interessantes para um jogo de mundo aberto, pois se trata de um local de uma população rica, mas ainda com áreas pobres, rodeada por zonas rurais e muitos pontos turísticos. Ou seja, há tudo num só lugar”, continuou.

Na história do jogo, a cidade vai se chamar Canário. Os desenvolvedores querem colocar o máximo de pontos famosos no game.

“Parques temáticos vão ficar mais para o futuro, pois são mais demorados para desenvolver para o jogo, assim como o Speedway Music Park, zoológico, trilhas e estádio de futebol, também são para deixar para o futuro”, disse o programador.

“Inicialmente, estamos focando na região central e da orla de Balneário Camboriú, depois partiremos para os morros, bairros ao redor, Camboriú, pousadas, fazendas, etc”, explicou.

Foto: 2nibble/Divulgação

O jogo vai se passar nessas cidades do Litoral Norte de Santa Catarina, mas haverá referências a outros lugares, conforme Júnior.

“Nós já montamos todo um mapa do jogo, com nomes fictícios para estados do Brasil e cidades da região. Balneário Camboriú e Camboriú no jogo é uma cidade só, chamada ‘Canário’, que é uma mistura das duas palavras, assim como Itajaí e Navegantes, que a gente decidiu simplificar um pouco e ser ‘Itajantes'”.

“Florianópolis é Ondina. Muitos outros nomes tivemos que consultar um dicionário tupi dos anos 80 para inventar alguns nomes novos”, disse o programador.

Além dessas cidades, referências a outros estados também estão presentes, e os nomes também são paródias. “Santa Catarina passa a ser Santa Camila, São Paulo passa a ser São Pedro, Rio de Janeiro passa a ser Lago de Fevereiro, etc”, explicou Júnior.

“Não é só para a gente criar um universo novo, como GTA faz e é realmente interessante de se aprofundar, mas também para lembrar o jogador de que tudo o que acontece neste jogo é uma ficção de um novo universo, e que essas cidades são somente inspirações”, acrescentou.

Atualmente, cerca de seis pessoas trabalham no jogo: duas de Santa Catarina, duas de São Paulo, um de Minas Gerais e um do Canadá. Um dos modeladores 3D é de Navegantes e ajuda com as referências locais, segundo o programador.

“Impunes” está em desenvolvimento e não tem data de lançamento. A ideia do estúdio é lançar versões, cada vez mais completas, até a final. A versão inicial estará disponível apenas para apoiadores do jogo.