A ponte pênsil do bairro Baependi foi inaugurada em 1971 | Foto Arquivo Histórico de Jaraguá do Sul
A ponte pênsil do bairro Baependi foi inaugurada em 1971 | Foto Arquivo Histórico de Jaraguá do Sul

Construída sobre o leito do rio Itapocu em 1970, a ponte pênsil Jacob Alfredo Emmendoerfer, um símbolo suspenso de Jaraguá do Sul, faz ligação entre a rua Miguel Salai, no Centro e a rua Ney Franco, no bairro Vila Baependi.

 

 

Durante o século passado, as pontes conectavam as comunidades de Jaraguá do Sul, facilitando a travessia do rio e hoje são vistas como uma particularidade do município, permitindo um vislumbre do visual de antigamente.

Além de oferecer uma lembrança do passado, a ponte pênsil permite que os jaraguaenses economizem tempo para ir do Centro até a Vila Baependi, já que a ponte da Rede Feminina, que é um dos caminhos alternativos, fica mais longe.

Durante a inauguração, o Padre Elemar Scheidt deu suas bençãos ao local | Foto Arquivo Histórico de Jaraguá do Sul

Segundo dados fornecidos pelo Arquivo Histórico Municipal de Jaraguá do Sul, a inauguração oficial da ponte pênsil Jacob Alfredo Emmendoerfer aconteceu em 31 de março de 1971 e recebeu as bênçãos do Padre Elemar Scheidt.

A ponte leva o nome do comerciante Jacob Alfredo Emmendoerfer, figura de expressão no município naquela época. Jacob se mudou para Jaraguá do Sul em outubro de 1912 com a família.

Patrimônio histórico

Em 2012, durante a gestão da prefeita Cecilia Konell, a construção foi tombada como patrimônio histórico cultural, junto com os outros três últimos exemplares destas pontes em Jaraguá do Sul.

Após a construção de aproximadamente 20 pontes pênsil na cidade, as únicas sobreviventes, além da ponte do Baependi, estão localizadas na Barra do Rio Molha ligando ao bairro Jaraguá Esquerdo, na Barra do Rio Molha ligando ao bairro São Luís e na localidade de Garibaldi ao lado da antiga escola Freimundo Kaiser.

Ainda de acordo com dados do Arquivo Histórico, a mais antiga ponte pênsil construída no município foi a que ligava o bairro Três Rios do Norte até o Três Rios do Sul, desativada no fim da década de 1990, após a construção da ponte de concreto.

Ponte interditada

Desde dezembro de 2018, os moradores que utilizam a conhecida ponte do Baependi para facilitar a travessia de um bairro para o outro precisam utilizar outros caminhos.

As chuvas de fim de ano, que trouxeram diversos estragos para a região, danificaram a estrutura do local. A ponte teve seu pilar quebrado pela correnteza do rio e foi interditada pela Defesa Civil.

A ponte está interditada desde dezembro de 2018 | Foto Eduardo Montecino/OCP News

O local aguarda a reforma que será realizada pela Secretária de Obras do município. Segundo informações do setor de engenharia da pasta, outras demandas pedem atenção no momento e não há uma previsão para a restauração da ponte.

O conserto do pilar danificado na ponte Jacob Alfredo Emmendoerfer depende de um estudo para que a reforma mantenha as características principais do local.

No início do ano, em entrevista ao OCP, o diretor da Defesa Civil de Jaraguá do Sul, Hideraldo Colle,  informou que a reforma seria a prioridade da Secretária de Obras para que acidentes fossem evitados.

 

Quer receber as notícias no WhatsApp?