Reprodução

Reprodução

Não é sempre que duas bandas do underground italiano aportam em Joinville, ainda mais se for para apresentar um som totalmente fora dos padrões. A oportunidade única se dará nesta quinta-feira (19), na Livraria O Sebo.

A partir das 19h, os projetos Fukte e Sŭāsum (foto no alto), que estão em turnê pela América do Sul, se apresentam em meio às estantes de livros, tendo como o anfitrião o grupo joinvilense Esmectatons. O ingresso custa R$ 10.

Fukte é o nome sob o qual atual Fabrizio De Bon, também proprietário do selo Toxic Industries. É aquele tipo de artista que cria sons na hora e os retira de fontes de energia, sucata e instrumentos pouco usuais em música, como a esmerilhadeira.

O resultado é o que se convencionou chamar de harsh noise, uma parede contínua de distorções, zumbidos e estridências eletronicamente processadas, o que não diminui seu incômodo. O Fukte é tido como um grande nome europeu dessa linhagem sonora.

&t=72s

Já o Sŭāsum é um casal mascarado que prega o dark ambient, o drone, cheio de atmosferas carregadas e silêncios em suspense.

Será uma bela chance para os joinvilense conferirem esse tipo de som eletroacústico, que tem raízes na música erudita contemporânea e passa pelo kraut rock.

Por fim, o Esmectatons – projeto solo do imensamente profícuo Lucas Rossetti, mas que estará acompanhado de outros músicos – focará no disco “Ahead of Time in Itself”, lançado neste ano e que segue a linha de bandas como Steely Dan e Wishbone Ash.

“Um esquema mais jazz fusion, mais soft, porém, músicas que abrem espaço pro improviso livre e, dependendo do clima, até entrar com ruído e barulheira”, antecipa Lucas.