Foto Divulgação
Foto Divulgação

Amigos e amigas que acompanham minha coluna aqui no OCP todos os finais de semana, essa é minha última publicação neste ano de 2018. Isso porque, a partir da próxima sexta, já estarei de férias, retornando apenas em 2019.

Poderia usar esse espaço de hoje para dar minha opinião sobre algum tema específico, como sempre faço, mas preferi reservar a página para agradecer!

Agradecer primeiro a Deus, pela saúde e pelas conquistas do ano, e em segundo, a você leitor, nosso motivo de dedicação diariamente no trabalho. Foi um ano com muitas dificuldades para todos, com muitas reviravoltas políticas, com muitas brigas, inclusive por causa disso.

Ano também marcado por muitas mortes violentas, crimes e barbaridades, o que sabemos que não deve parar tão cedo. O que fica é a esperança de termos um ano vindouro ainda melhor.

Que o novo governo mostre resultados na segurança, na saúde e na estabilização do país, que os marginais sejam punidos com o rigor da lei, sem dó nem mimimi.

Que a corrupção continue a ser varrida do nosso país sem ter diferença de ricos e pobres, enfim, que tenhamos um Brasil melhor, é isso que eu desejo.

A todos um feliz Natal e próspero Ano Novo, sempre lembrando que Natal não é época de presentes apenas, mas de nós, cristãos, comemorarmos o nascimento daquele que morreu por nossos pecados.

E falando em pecados, que as famílias que tiveram seus entes queridos retirados do convívio pela criminalidade ou pela violência no trânsito, tenham uma época de “festas” com paz no coração e com a certeza de que a justiça da terra pode falhar, mas a divina, essa não falha.

Até ano que vem, um forte abraço a todos, esse é o desejo do seu amigo William Fritzke.

 

Quer receber as notícias no WhatsApp?