A WEG segue obtendo destaque e reconhecimento por suas ações: atendendo proposição do deputado Vicente Caropreso (PSDB), a Assembleia Legislativa de Santa Catarina aprovou uma moção de aplauso à WEG.

A homenagem se deu pela iniciativa da empresa de remodelar suas unidades fabris e colocar a produção de respiradores pulmonares em foco para suprir a demanda emergencial do equipamento pelo governo catarinense e brasileiro.

“Demonstração de patriotismo”, disse o deputado.

 

 

Conforme o parlamentar, depois da desastrosa compra de respiradores chineses pelo governo catarinense, que foi parar na justiça, a solução para a aquisição emergencial de respiradores estava em Santa Catarina, em Jaraguá do Sul, na empresa WEG.

A multinacional realizou “uma operação de guerra”, superou a falta de equipamentos importados e a burocracia e colocou em produção em menos de 30 dias um modelo de respirador.

“A solução estava aqui, a tecnologia estava aqui e quase 200% mais barata. Mão de obra daqui, impostos que ficam aqui, mais saúde aqui. Ciclo perfeito que ameniza a crise causada pela pandemia, mantém empregos e faz a nossa economia girar”, frisou Dr. Vicente.

Cada respirador adquirido pelo governo estadual da China (cuja compra não foi totalmente entregue) custou R$ 165 mil.

A unidade fornecida pela WEG custou R$ 60 mil.

Reajuste no gás

A Petrobras informou nesta quarta-feira que vai reajustar em 5% o preço médio do gás liquefeito de petróleo (GLP) vendido pela companhia
às distribuidoras a partir desta quinta-feira (4).

Com isso, o preço médio da Petrobras será equivalente a R$ 24,08 por botijão de 13 quilos (kg). No acumulado do ano, a redução é de 13,4%, ou R$ 3,72 por botijão de gás de cozinha de 13 kg.

Doações

"Doe sem sair do carro". Com este apelo, a Liga de Doações Conecta SC realiza neste sábado (6) uma ação de arrecadação de alimentos não perecíveis e de produtos de limpeza e higiene para entidades do Vale do Itapocu.

A ação solidária ocorre no estacionamento da clínica SESI-SENAI (Rua Walter Marquard, 835 - Bairro Rio Molha), das 8h às 13h.

Obedecendo aos protocolos de saúde à Covid-19, as pessoas não precisarão sair de seus carros e poderão entregar os donativos na cancela do estacionamento.

A ação ocorre em apoio a 14 instituições e é uma iniciativa da Federação das Indústrias de Santa Catarina (Fiesc).

R$ 1 bilhão contra pandemia

Desde o início de abril, o Ministério da Saúde investiu R$ 1 bilhão na habilitação de 7.441 leitos de UTI, sendo 231 de UTI pediátrica, voltados exclusivamente para o atendimento de pacientes com a covid-19, em todo o país, por meio do Sistema Único de Saúde (SUS).

Esse recurso já foi liberado, em parcela única, aos estados, municípios e o Distrito Federal e é direcionado ao custeio desses leitos pelos próximos 90 dias ou enquanto durar a pandemia.

R$ 3 bilhões em investimentos

O Tesouro Nacional captou US$ 3 bilhões de investidores internacionais com as menores taxas de juros em sete anos.

O dinheiro veio da emissão, feita nesta quarta-feira (3), de US$ 1,25 bilhão em títulos da dívida externa com vencimento em junho de 2025 e de US$ 2,25 bilhões em títulos da dívida externa com vencimento em junho de 2030.

A taxa obtida na emissão dos papéis de dez anos, com vencimento em 2030, somou 4% ao ano.

Santer reforma pier em Penha

A Construtora Santer, sede em Guaramirim, confirmou nesta quinta-feira (4) apoio à reforma do píer de Penha, no Litoral Norte Catarinense.

A estrutura, localizada na Praia da Armação, está interditada para as obras que vão adequá-la também ao atendimento de transatlânticos, além de embarcações de pesca.

O objetivo é incluir a cidade na rota dos cruzeiros turísticos que passam pelo Estado. Com o intuito de fortalecer o segmento, a Santer colabora com o projeto a partir de uma doação financeira.

 

Quer mais notícias do Coronavírus COVID-19 no seu celular?

Mais notícias você encontra na área especial sobre o tema:

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul