Foto Divulgação

Foto Divulgação

O governo não pretende agir para segurar o dólar, declarou na noite desta quarta-feira (12) o ministro da Fazenda, Eduardo Guardia. Ele afirmou que a volatilidade da moeda norte-americana nas últimas semanas ainda não motivou nenhuma medida por parte da equipe econômica.

O dólar tem operado com intensa volatilidade e valores altos ao longo do ano, chegando a ultrapassar a marca de R$ 4,20, e forçando o Banco Central a intervir múltiplas vezes. Mas de acordo com o ministro, boa parte das altas recentes deve-se a fatores internacionais, sobre os quais o governo não tem controle.

“Não há nenhuma medida para ser tomada neste momento. O que existe são movimentos internacionais que têm pressionado moedas de países emergentes, como o Brasil”, declarou o ministro após evento na sede do Banco do Nordeste, em Fortaleza.

A casualidade com a qual o ministro aborda a questão espanta, mas segundo o governo federal não é motivo para preocupação: Guardia ressaltou que o governo está acompanhando a situação e acrescentou que somente reformas estruturais que reequilibrem as contas públicas conseguirão aumentar a resistência do país a crises “agora e no futuro”.

Caso contrário, os futuros governos terão de aumentar a carga tributária. “O problema do déficit público brasileiro é o crescimento acelerado da despesa. Nós precisamos reverter essa tendência”, disse.

Maurício Benvenutti em Jaraguá do Sul

A convite da Patrimono Investimentos, o fundador do "Oscar" da indústria de investimentos do Brasil, o empreendedor e escritor Maurício Benvenutti aterriza em Santa Catarina no próximo dia 19 de setembro para lançar o seu livro "Audaz".

Sócio da StartSe - a maior plataforma de startups do Brasil, reconhecido como personalidade empreendedora de 2017 e um dos responsáveis pela construção de uma das maiores instituições financeiras da América Latina, Benvenutti hoje mora do Vale do Silício para explorar diferentes indústrias e mercados.

Ele irá lançar o seu livro no Stannis Pub, em Jaraguá do Sul, no dia 19, às 18h. Mais informações sobre o lançamento pelo e-mail patrimono@patrimono.com.br.

Terceiro lote do Abono Salarial

Começou nesta quinta-feira (13) o pagamento do Abono Salarial ano-base 2017 para trabalhadores da inciativa privada nascidos em setembro e para servidores públicos com final de inscrição 2.

Este é o terceiro lote de liberação do benefício, que vai destinar R$ 1,4 bilhão para 1,9 milhões de trabalhadores.

Quem nasceu entre julho e dezembro recebe o abono ainda este ano. Os nascidos de janeiro a junho poderão efetuar o saque em 2019.

O prazo final de recebimento para todos os trabalhadores favorecidos pelo programa é 28 de junho de 2019. Ao todo, serão pagos R$ 18,1 bilhões a 23,5 milhões de trabalhadores.

Gasolina aumenta novamente

A Petrobras elevou em R$ 0,02 o litro da gasolina nas refinarias, nesta quinta-feira (13), para as distribuidoras. O novo valor, de R$ 2,2514, vigora a partir da meia-noite de sexta-feira (14).

O diesel, por sua vez, não teve aumento, ficando em R$ 2,2964 o litro, mesmo valor praticado desde o dia 31 de agosto.

Quer receber as notícias no WhatsApp?