Foto Divulgação
Foto Divulgação

A Acijs realiza na quarta-feira (15) palestra gratuita com o objetivo de mostrar como os empreendedores podem tomar as melhores decisões e desta maneira alcançarem mais eficiência em seus negócios.

O aumento da eficiência nos processos pode muitas vezes resultar em avanços maiores do que a introdução de novas tecnologias e novos sistemas - e sem medidas de eficiência, muitas vezes de base administrativa, estas podem até agravar os problemas já existentes.

Afinal, de pouco adianta melhorar o maquinário e instalar novas linhas de produção quando se tem perdido tempo e dinheiro com logística mal pensada, retrabalho desnecessário ou falta de controle sobre os processos.

O tópico já foi abordado em outras palestras na Acijs e na Fiesc, e tem sido, junto com a inovação, alvo de grande interesse pelo mercado.

Flávio Luís de Souza Lima, especialista nas áreas de gestão estratégica de custos dará dicas para otimizar processos e assegurar mais lucratividade e competitividade às empresas.

Lima é mestre em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Santa Catarina, atua há mais de 15 anos no mercado industrial, com experiência em empresas como Petrobras, Cooperativa Aurora, Plasson do Brasil, Celulose Irani, Braskem, Celesc, Souza Cruz, Casan, Fischer, dentre outras.

Como participar?

O evento acontece no Cejas (Centro Empresarial de Jaraguá do Sul), às 19 horas, e é voltado para diretores e gerentes de indústrias das áreas têxtil, metalomecânica, plástica, alimentícia, químicas e farmacêuticas.

Informações e confirmações de presença pelo telefone (47) 3275-7059 ou pelo e-mail eventos@acijs.com.br.

Jaraguaense Brasil Botões completa 15 anos

Importantes marcas do mercado têxtil brasileiro compõem seus produtos com itens que saem de Jaraguá do Sul. É o caso dos botões produzidos na cidade pela única fabricante voltada à camisaria no estado, a Brasil Botões.

A empresa completou 15 anos na última semana. Hoje, além de fornecedora de grandes negócios Brasil afora, um case de tecnologia e sustentabilidade aplicada ao universo da moda.

A empresa produz um milhão de botões por dia. Os produtos, hoje, aparecem em peças de grifes como Dudalina, Hering, Marisol, Grupo Lunelli, Kyly, C&A, Renner e Marisa.

Projeções seguem em queda

O mercado financeiro continua a reduzir a estimativa de crescimento da economia este ano. Pela 11ª vez seguida caiu a projeção para a expansão do Produto Interno Bruto (PIB) – a soma de todos os bens e serviços produzidos no país. Desta vez, a estimativa foi reduzida de 1,49% para 1,45% este ano. Para 2020, a projeção foi mantida em 2,50%, assim como para 2021 e 2022.

Pagamentos por celular

O Itaú Unibanco anunciou nesta segunda-feira (13), o lançamento de uma plataforma de pagamentos instantâneos através de QR Code - aquele padrão geométrico que pode ser lido pelos telefones celulares.  O chamado "iti" deve entrar em funcionamento no terceiro trimestre de 2019 e faz transferências sem cobrança de taxas via celular entre cliente e empresa ou mesmo entre pessoas físicas 24 horas por dia. Para a operação, não é necessária maquininha ou cartão físico.

Tabela do IR será corrigida, diz Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro declarou neste domingo (12) que o governo vai fazer a correção na tabela do Imposto de Renda Pessoa Física para o ano que vem.

Foto Divulgação

Em entrevista à Rádio Bandeirantes, Bolsonaro afirmou que orientou o ministro da Economia, Paulo Guedes, que a tabela do IR deve ser corrigida “no mínimo” com a inflação.

O governo também estuda aumentar os limites de deduções. A tabela não é ajustada desde 2015, e acumula defasagem de 95,46% desde 1996.

“Hoje em dia, o Imposto de Renda é redutor de renda. Falei para o Paulo Guedes que, no mínimo, este ano temos que corrigir de acordo com a inflação a tabela para o ano que vem. E, se for possível, ampliar o limite de desconto com educação, saúde. Isso é orientação que eu dei para ele [Guedes]. Espero que ele cumpra, que orientação não é ordem. Mas, pelo menos, corrigir o Imposto de Renda pela inflação, isso, com toda a certeza, vai sair”, afirmou Bolsonaro.

 

Quer receber as notícias no WhatsApp?