Comemorando o desbloqueio pelo Tribunal de Justiça dos recursos que estão na conta do Fundo Cultural, a secretária Natália Petry (PMDB) já planeja ações da pasta. A verba, que soma R$ 1,7 milhão, estava bloqueada em função de uma ação da classe artística da cidade que visava impedir que o recurso fosse destinado para outras áreas como almejava no início das discussões o prefeito Antídio Lunelli (PMDB). Na sentença, o desembargador João Henrique Blasi ressaltou que o montante pode ser aplicado para outros fins que não o edital de fomento, mas restringiu a aplicação em eventos e atividades ligados à promoção da cultura. Decisão que agrada a secretária Natália Petry, que desde o início do ano vem trabalhando com um orçamento reduzido. Além dos R$ 300 mil previstos para o Incentivando Talentos, programa que oferece bolsas para crianças e jovens praticarem diversas atividades, outros cerca de R$ 300 mil serão divididos entre a Feira do Livro, Jaraguá em Dança e Concurso de Declamação. A novidade é que a pasta planeja fazer depois da Schützenfest a primeira Festa de Natal de Jaraguá do Sul. Devem ser dez dias de programação, incluindo shows, feiras de artesanato e gastronomia. A ideia surgiu com o sucesso da Feira de Páscoa, realizada pelos Clubes de Mães. Ainda em negociação, Natália adianta que também tentará lançar este ano um edital de R$ 300 mil para fomento a iniciativas culturais, uma demanda importante da classe artística e que faz falta para todos. DESGASTE E RENOVAÇÃO  A descrença com a classe política atual é tão grande que 60% dos eleitores da região Sul do país esperam poder optar no pleito de outubro do próximo ano por candidatos que nunca tenham concorrido a nada, ou seja, empreendedores, profissionais de diversas áreas, servidores públicos, etc... Esse é um dos dados da pesquisa Ideia Big Data, que também revelou que 59% da população gostaria que o próximo presidente não pertencesse ao PMDB, PSDB nem PT. COMBATE À SONEGAÇÃO  O “Programa de combate à sonegação fiscal” do Ministério Público de Santa Catarina conquistou o Prêmio do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) 2017. A iniciativa tem o objetivo aumentar a eficiência institucional no combate à sonegação fiscal, por meio de duas premissas básicas: a regionalização da atuação, com a instalação de sete Promotorias Regionais da Ordem Tributária, que abrangem todas as regiões do Estado; e a definição de um padrão uniforme de atuação e de metodologias de acompanhamento de dados e resultados. ÁRVORE RETIRADA  Equipe da Defesa Civil comandada por Hideraldo Colle (PMDB) segue com ação de limpeza pela cidade. Ontem, uma grande árvore caída em riacho perto da beira SC-110 foi removida. A preocupação da comunidade era que com uma chuva mais forte a água ficasse represada no local.
Foto Divulgação
ABERTURA DE VIA  Vereador Jaime Negherbon (PMDB) foi à tribuna ontem defender a abertura da rua José Leier, do supermercado Angeloni, com a Joaquim Francisco de Paula. O projeto original foi desenvolvido na administração da ex-prefeita Cecília Konell. Jaime já conversou sobre a possibilidade com o prefeito Antídio Lunelli e o vice Udo Wagner. “Ali tem um gargalo, principalmente no horário de aula das faculdades, que precisa ser resolvido”, disse. A ideia foi apoiada por parlamentares da base e da oposição. COBRANÇA ANALISADA O promotor Rafael Meira Luz instaurou inquérito para apurar a suspeita de que a existência de ar na tubulação possa estar aumentando em alguns casos o preço da tarifa de água cobrada aos consumidores.