Foto Arquivo OCP News
Foto Arquivo OCP News

A Prefeitura de Jaraguá do Sul lançou edital de chamamento público para dar início ao programa Adote o Verde, idealizado pelos vereadores Eugênio Juraszek e Anderson Kassner, ambos do PP, e transformado em lei pelo prefeito Antídio Lunelli (MDB).

Com o programa, praças e canteiros podem ser adotados por pessoas físicas e jurídicas por meio de um termo de colaboração, com vigência máxima de 36 meses, assinado entre a administração municipal e o adotante.

São 53 áreas identificadas pela Secretaria de Obras em um levantamento completo de todos os canteiros e praças municipais, com metragem e localização, que agora passam a integrar base de dados da prefeitura.

O prazo para os interessados que querem ajudar a cuidar e embelezar da cidade - e com isso ganham espaço para divulgação -encerra no próximo dia 30.

A iniciativa é bacana porque permite que a população participe mais da rotina da cidade e por ela se sinta responsável.

"Desde o primeiro dia procurei dar uma nova cara para cidade, reavivar o zelo e o embelezamento dos espaços públicos. O lançamento desse programa é um excelente passo nessa caminhada”, avalia o prefeito.

Que bela, Amizade!

A Câmara de Vereadores realizou sessão solene nas dependências da Sociedade Desportiva e Recreativa Amizade.

A proposição do vereador Ronaldo Magal (PSD), em comemoração aos 65 anos da sociedade, teve o objetivo de resgatar e valorizar esta história. O prefeito Antídio Lunelli marcou presença no evento.

SC sem canudos plásticos

Santa Catarina também tem agora lei que proíbe o uso de canudos plásticos descartáveis. Só serão aceitos os biodegradáveis ou similares.

Projeto de lei neste sentido, de autoria do deputado João Amin (PP) em colaboração com a Federação das Indústrias (Fiesc), a Associação Brasileira dos Descartáveis Plásticos e o Sindicato das Indústrias de Materiais Plásticos de Santa Catarina, foi aprovado na Assembleia Legislativa.

Título e cidadania

Os eleitores que faltaram nas três últimas eleições e não justificaram sua ausência têm até o dia 6 de maio para regularizar a situação perante a Justiça Eleitoral.

Em Santa Catarina, 68.414 estão passíveis de terem o título eleitoral cancelado, número que representa 1,3% do total. Na região, são quase mil eleitores em situação irregular.

Hercílio Luz

A Comissão de Inquérito aberta pela Assembleia Legislativa para investigar as obras milionárias e intermináveis da ponte Hercílio Luz está na fase de colher depoimentos.

Essa semana os sócios da construtora Vivenda, Sebastião Moraes Mattos e Vilmar Tadeu Bonetti, foram ouvidos.

Eles não reconheceram a assinatura no aditivo firmado em 1990, no valor de 15 milhões de cruzeiro, mais de 50 vezes o valor da obra na época, de 304 mil cruzeiros.

Buscando apoio

Presidente do Sinsep Luiz Cesar Schoerner se reuniu com presidente da Câmara Marcelindo Gruner, na manhã de ontem.

Pediu apoio nas pautas apresentadas pela categoria ao governo, como reposição da inflação nos salários e vale alimentação para todos.

Diárias investigadas

A promotora Rosimary Machado Silva, de Florianópolis, pediu esclarecimentos à Assembleia Legislativa sobre as diárias usadas pela deputada estadual Ana Caroline Campagnolo (PSL).

O Ministério Público quer saber se as viagens da parlamentar estão sendo usadas para o lançamento de seu livro, “Feminismo: Perversão e Subversão”, dentro e fora do Estado.

Em março e abril, o gabinete de Ana Caroline Campagolo gastou R$ 19 mil em viagens.

 

Quer receber as notícias no WhatsApp?