Foto Arquivo
Foto Arquivo

Desde tempos imemoriais que o ser humano perde o sono por saber-se mortal e, mais que tudo, por não saber de sua data de validade, em que tempo vai expirar. Isso enlouquece! E foi por isso que em tempos perdidos da história humana, os humanos criaram os deuses.

Um só era pouco. Deuses, era bem melhor. E assim era o vento, a chuva, o mar, a lua, o sol, as estrelas, quase tudo na Natureza e no Universo tinha poderes especiais sobre nós...

Claro, o “investimento” humano visava a conquistar esses deuses e a manter-se vivo. Nada mudou, inobstante os tempos imemoriais de ontem aos de hoje. Nos remotos “ontens” da vida, não tínhamos instrumentos de medição de nenhum tipo, não havia rádio, tevê, computador, nada, tudo era tateado no escuro.

Mas o tempo passou. Hoje não piscamos o olho sem o suporte de ciências de toda sorte e apoios incontáveis, porém... Continuamos a perder o sono com o relógio da vida, relógio que nunca para, nunca, nunca, nunca, nunca... Deus do céu, pare esse relógio! Nunca, nunca, nunca, nunca...

Vim até aqui, leitora, para dizer que ontem abri um site de jornalismo e uma manchete me cutucou as retinas, esta: - “Veja as previsões para o amor em maio”. Como é que é?

A Numerologia me dizendo como me vai ser o mês no amor? Bolas, se você, leitora, quiser saber como vai ser o seu mês, ou vida, no amor é só observar o caráter do sujeito que está ao seu lado. Do caráter dele vai depender a sua felicidade, claro, até o ponto em que você coloque a sua felicidade na dependência de alguém.

Era só o que faltava a junção aleatória de alguns números, inventados por algum parvo, dizer do meu futuro diante das flechas de Cupido. Só o que faltava.

Mas é assim mesmo, o ser humano não se garante em nada e olha para as estrelas, para os números, para as cartas, para a mãe Joana, bem como o faziam os milenares da nossa História, quando não havia nenhuma ciência, havia tão-só inseguranças, medos, depressões e desatinadas loucuras. Como hoje.

Nada mudou. Queremos saber do futuro e esquecemos que para saber do futuro nossa única garantia é olhar para o passado e observar bem o que temos agora ao nosso lado. Numerologia, bah!

 

Pecadores

Dia destes, o Papa foi criticado por muitos abobados porque se negou a deixar que “fiéis” o beijassem a mão num encontro em Loreto, interior da Itália. O Papa entende que muitas bocas beijando um mesmo lugar podem criar sérios problemas de saúde nas pessoas, nada mais natural. Não para os idiotas, os que acham que beijando mão ou pés vão para o céu. Burros. Vão para o céu os bons, o resto é encenação de pecadores...

 

Sujeira

Muito me admira que a Igreja ainda não tenha dado ponto final à história da “água benta”. Quem tem poderes para fazê-la benta? Ademais, aquela água fica parada num pia na entrada da igreja; os mãos-sujas vão lá, enfiam seus dedos imundos um após outro e... Imagine o caldo daquela água no final. Doenças de toda sorte, com certeza.

 

Falta Dizer

Pesquisas mundiais garantem, “elas” que desmintam... As mulheres têm como prioridades casar e ter filhos. Já os homens buscam dinheiro e poder. Claro, há exceções, os seres humanos não são dados matemáticos, mas a regra é essa. Com relação às mulheres, as que fogem do “roteiro” feminino são tidas por agressivas e mal-amadas. E aí, leitora?