"O ponto no tênis que resulta de um saque indefensável" - Leia a coluna do Prates desta sexta-feira (28)

Foto Divulgação Foto Divulgação

Colunistas

Por: Luiz Carlos Prates

domingo, 07:00 - 28/02/2016

Luiz Carlos Prates

Gosto de frases, mas não de uma frase qualquer. Gosto de frases alicerçadas pela qualidade de quem as faz, por sua história, por seu exemplo. Esse sujeito de quem agora vou falar se soubesse das vezes que o citei em minhas palestras certamente me cobraria por direitos autorais. E o cito em palestras para jovens, em escolas, para profissionais em início de carreira, para todos, enfim, que querem chegar ao “ace” da vida.

Ace é o ponto no tênis que resulta de um saque indefensável. Pelo “ace” acho que você matou a charada, isso mesmo, vou falar de frases do Guga Kuerten.

O Guga colocou Santa Catarina no mapa do mundo, ninguém antes dele chegou perto dessa proeza nem até hoje alguém acenou o lenço da aproximação.

Guga entrou para a história pela sua jornada no tênis, você sabe disso, Guga, virtude suprema, sempre foi discreto, sorriso de menino, comportamento dos grandes vencedores...

Podia ter sido, justificadamente, o maior mascarado da nossa história, nada disso, foi sempre simples como um bom “mané”. Perdão, estou indo longe e não digo das frases do Guga.

Semana passada, numa declaração publicada aqui em nossas páginas esportivas, falando de jovens e promissores tenistas brasileiros, Guga disse que – “O tênis é isso: trabalhar bastante e acreditar muito”. Precisa dizer mais?

Quem ousa contestar essa frase de trabalhar bastante e acreditar muito para chegar ao sucesso? Quem de fato gosta do que faz, trabalha muito, trabalhando muito e acreditando na vitória, ah, ela estará esperando pela pessoa na esquina dos grandes encontros. “Ace” na certa.

Mas há outra frase, correlata, do Guga, mais antiga. É uma publicidade dos Correios, do Sedex, estrelada pelo nosso tenista.

No texto dessa publicidade, Guga diz que – “Para mim, não é só chegar na bola certa, na hora certa, que muda tudo. O que muda tudo são anos de dedicação”. Conteste a frase, conteste-a, quero ver. Verdade simples e pura.

De fato, ninguém chega ao “pote” sem muita vontade e cansativos treinamentos, insistências, “certezas” de vitória pelo suor derramado. Mas o que vemos por aí, dentro e fora das escolas, é de desanimar.

O pessoalzinho quer vitórias, cama pronta, comida na mesa e mamãe passando-lhes a mão nos cabelos, suar não... Suar é para trouxas. Ah, é? Então, continuem amargando suas silenciosas derrotas. Devo mais uma ao Guga. Ace, Guga!

Caras

Há mulheres que são lindas na TV e no cinema, mas... Eu sempre quis vê-las numa segunda-feira pela manhã, gripadas e saindo da cama... Como seriam suas carinhas? Foi o que pensei de uma festa feita dia destes pela atriz Gwyneth Paltrow.

Gwyneth chamou amigas para uma festinha com a condição de que todas fossem sem maquiagem, caras lavadas. Você iria, leitora? Faça uma festinha dessas em casa, depois me conte...

Velhice

Não bastam maquiagem e “retoques” cirúrgicos por fora para evitar a cara de idosas. O que dá vida ao rosto e o rejuvenesce é um fogo existencial por alguma coisa e uma vontade louca de estar sempre aprendendo algo novo. Repetir-se no tempo e retocar a cara de nada adianta, a pessoa vai parecer velha... Fogo interior rejuvenesce, mas esse não se improvisa. Fora disso, tudo é ridículo.

Falta dizer

Mulheres, para não ser vítimas de violência, lembrem-se de que tudo nas pessoas, o movimento dos olhos, do corpo, o tom de voz e os hábitos, são formas de comunicação. Na primeira derrapagem reveladora de parte do eventual ordinário ao seu lado, caia fora. O tempo agrava o mau-caráter. Caia fora!

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul

×