Há algum tempo atrás era muito comum vermos aparelhos ortodônticos apenas em crianças e adolescentes. Já hoje, adultos e até mesmo os idosos fazem tratamento ortodôntico. Mas a dúvida de muito pacientes é: “Não estou muito velho para usar aparelho nos dentes?”.

Ao contrário do que muitos pensam, não é tarde demais. Não existe, por assim dizer, idade máxima para se iniciar o tratamento ortodôntico. Tudo irá depender de como está a sua saúde bucal e periodontal, o que inclui a gengiva, os ligamentos periodontais, o osso alveolar e o cemento.

Os benefícios do aparelho ortodôntico vão muito além da estética. Pessoas com dentes desalinhados tem maior dificuldade na hora de mastigar, falar, higienizar e até mesmo de respirar.

Uma mordida incorreta pode acarretar em forças excessivas nos dentes, podendo causar desgastes, sensibilidade e até mesmo perda óssea ao redor do dente.

O mau posicionamento, como apinhamento (dentes tortos) pode dificultar a higienização, ocasionando cáries, maior presença de tártaro e doenças periodontais.

O tratamento ortodôntico pode ser um aliado também para pessoas que perderam um ou mais dentes e hoje pretendem recolocá-los. Com a ausência, a tendência dos dentes “vizinhos” é tentar diminui o espaço dos dentes perdidos, sejam inclinando o dente, e/ou migrando para o lugar do dente perdido. Assim, ocorre uma diminuição do espaço, impossibilitando a confecção de uma prótese dental. Nestes casos, a ortodontia entraria para o correto alinhamento e adequação do espaço, tendo em vista um tratamento multidisciplinar envolvendo o Ortodontista, o Protesista e o Implantodontista.

Porém, não são todos os adultos que estão dispostos a colocar peças metálicas (bráquetes) nos dentes. A preocupação com a estética é o principal fator, atrelado à vergonha e até mesmo receio sobre o uso. O avanço tecnológico na Odontologia abriu um leque de alternativas para o tratamento. São possibilidades mais discretas, mais higiênicas e mais confortáveis. Hoje em dia, com o advento dos aparelhos estéticos, aparelhos de safira, aparelhos invisíveis, se tornou muito comum ver adultos e idosos que conseguem se beneficiar dos ganhos funcionais e estéticos que o tratamento ortodôntico propicia.

Na ortodontia cada caso é muito individual e específico o que torna importante a procura de um especialista nessa área para que possa orientar e tratar seus dentes, visando não só o lado estético, como também o funcional. Com o avanço das técnicas odontológicas, o que não faltam são alternativas.