Em reunião ontem pela manhã com representantes da Associação de Diários do Interior (ADI-SC) e a Associação dos Jornais do Interior (Adjori-SC), o candidato da coligação “SC Quer Mais” ao governo do Estado, Mauro Mariani (MDB), lançou a campanha SC Quer Mais Verdades, Fake News nunca, contra a proliferação de notícias falsas.

Representando os demais componentes da majoritária no encontro - Napoleão Bernardes (PSDB, vice), Jorginho Mello (PR, candidato ao Senado) e Paulo Bauer (PSDB, candidato à reeleição ao Senado), Mariani explicou que o objetivo é conscientizar tanto a militância dos partidos quanto os eleitores em geral sobre os danos que as informações falsas podem trazer ao pleito e aos candidatos.

A campanha, que será divulgada pelas redes sociais e vai durar até o fim do período eleitoral, aponta “As 5 verdades sobre fake news”: atrapalham o processo democrático; espalham mentiras; geram danos morais; é crime passível de multa; e pode resultar em detenção de dois a quatro anos.

“Deixamos muito claro que nosso objetivo, desde o início, é promover uma campanha limpa e propositiva. As fakes news não só atrapalham a campanha, como podem ser interpretadas como um crime. A nossa coligação não tolera esse tipo de conduta”, destacou. Durante a reunião, Mauro Mariani comemorou vitória recente – e inédita – da coligação “Santa Catarina Quer Mais”.

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE-SC) determinou a remoção, pelo Instagram, de perfil hospedado na África do Sul e na Rússia. Nas postagens do “política malandrasc” constavam imagens difamatórias e inverídicas sobre o emedebista.

“A forma como foi engendrada às escondidas e em outro país a real identidade do autor da propaganda eleitoral por aquele perfil citado, causou desrespeito flagrante às instituições democráticas e pode desequilibrar as eleições, mesmo que se repita ou não tal atitude”, ressaltou em sua decisão o juiz relator, Antonio Fernando Schenkel do Amaral e Silva.

No final do mês de maio, a ADI-SC promoveu um evento para tratar exatamente do tema. Na ocasião, as palestras e os debates já indicavam o risco da interferência das notícias falsas nas eleições.

ENTREVISTA Comandante Moisés - Candidato ao Governo do Estado - PSL

Nos primeiros dias de cada semana, a Coluna Pelo Estado vai publicar breves entrevistas com os candidatos ao governo do Estado. Entre os temas apresentados, o candidato pelo Partido Social Liberal (PSL), Comte. Moisés, escolheu falar sobre “Segurança Pública”.

[PeloEstado] - Conhecendo o setor por dentro, como o senhor conhece, qual a sua maior preocupação referente à Segurança Pública?
Comte. Moisés - O número de homicídios crescendo e também a capacidade do Estado de apurar essa atividade criminosa e chegar ao resultado em que a Justiça aconteça de fato. O Estado precisa se remodelar para que o crime organizado não seja mais organizado que o próprio Estado.

[PE] - Quais as diferenças e as semelhanças entre a candidatura Cdte. Moisés para o governo estadual e a candidatura Bolsonaro para a presidência do país?
Comte. Moisés - Eu não vejo muita diferença nas falas. Ele fala de questões mais apelativas, e tem uma fala mais intensa. Eu tenho o meu jeito e ele o dele, mas eu entendo perfeitamente o sentimento do candidato Bolsonaro de que as coisas estão invertidas, como quando ele defende que o Estado deve usar a violência como aparato.

[PE] - Qual a principal proposta da sua campanha?
Comte. Moisés - Eu penso que uma bandeira que nós temos que levantar, quando eu falo de Segurança Pública, é combater a corrupção dentro do próprio Estado. A extinção de boa parte dos cargos comissionados, por exemplo. O dever do Estado é gerar riqueza e renda com as pessoas de fora dele.

A Coluna Pelo Estado, como ferramenta de integração editorial dos diários associados e parceiros da Associação de Diários do Interior (ADI-SC), é parte do projeto Cobertura Eleições SC 2018 – Jornais Impressos e Digitais, realizado em parceria com a Associação dos Jornais do Interior (Adjori-SC) e com a participação do SCPortais de Notícias (scportais.com.br) e da Rede Catarinense de Notícias (rcnonline.com.br).